UOL Notícias Notícias
 

15/04/2010 - 19h05

Bispo paraguaio suspende sacerdotes que teriam comportamentos homossexuais

ANSA
ASSUNÇÃO, 15 ABR (ANSA) - Dom Rogelio Livieres, bispo da diocese paraguaia de Alto Paraná, localizada na fronteira com o Brasil, anunciou hoje a suspensão de três sacerdotes baseado em provas que indicam comportamentos homossexuais.

Em um comunicado, o bispo relatou a medida, mas esclareceu que nenhum dos religiosos foi acusado de pedofilia.

Por outro lado, Dom Livieres, proveniente da Opus Dei, anunciou também o arquivamento de uma denúncia, efetuada em 2008, contra o sacerdote Mario Sotelo, acusado de ter abusado sexualmente de um menino.

O prelado justificou a decisão afirmando que "quando escutamos ambos, não emergiram indícios convincentes para sustentar a acusação".

O caso é investigado pelo Ministério Público de Alto Paraná, que, por sua vez, afirmou que ainda existem dúvidas em relação ao fato. A denúncia foi feita em novembro de 2008 por um jovem identificado por Alcides Guzmán.

O episódio se soma às recentes acusações de pedofilia divulgadas em diversos países, como Brasil, México, Estados Unidos e Canadá. Na última segunda-feira, diante de questionamentos sobre a postura dos membros da Igreja Católica, o Vaticano publicou em seu site as orientações de como devem agir os bispos diante de tais situações.

Em um dos trechos do documento, a Santa Sé determina que as dioceses devem investigar "qualquer acusação de abusos sexuais contra menores da parte de um sacerdote".

O texto também esclarece que todas as suspeitas comprovadas posteriormente devem ser reportadas à Congregação para a Doutrina da Fé com "todas as informações necessárias".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h59

    0,89
    3,174
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h07

    -0,89
    67.984,83
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host