UOL Notícias Notícias
 

05/05/2010 - 14h59

Chanceler da Itália mostra 'satisfação' com mediação do Brasil junto ao Irã

ANSA
ANCONA, 5 MAI (ANSA) - O chanceler italiano, Franco Frattini, disse hoje que ficaria satisfeito com uma eventual mediação do Brasil no conflito mantido entre a comunidade internacional e o Irã, devido ao programa nuclear deste país.

"Ficaria satisfeito se isto levasse a uma solução transparente e respeitosa das obrigações internacionais", declarou o ministro das Relações Exteriores. "Vejamos se os fatos se seguirão a esta enésima declaração. Até agora os fatos não o fizeram", acrescentou.

Segundo informações da agência Fars, o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, teria relatado a seu homólogo venezuelano, Hugo Chávez, estar disposto a aprovar, a princípio, a oferta do Brasil.

A mediação do governo de Luiz Inácio Lula da Silva se refere às divergências entre a Organização das Nações Unidas (ONU) e países como os Estados Unidos, que suspeitam que o programa nuclear iraniano tenha como objetivo construir uma bomba atômica através do enriquecimento de urânio.

A ONU então propôs dar o material que Ahmadinejad diz precisar para fazer funcionar um reator experimental, em troca de receber o urânio levemente enriquecido já produzido pelo país. As duas partes, no entanto, não conseguiram chegar a um acordo.

Segundo Frattini, o presidente já "tinha se dito pronto para aceitar a mediação da Turquia, e não se fez nada. Parecia depois disponível a uma transferência de urânio enriquecido, por exemplo na Rússia, e nada aconteceu".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host