UOL Notícias Notícias
 

06/05/2010 - 16h08

Presidente uruguaio explicará posição em pleito da Unasul pelo rádio

ANSA
MONTEVIDÉU, 6 MAI (ANSA) - O presidente do Uruguai, José Mujica, afirmou hoje que explicará a posição do país na eleição para a Secretaria-Geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) em seu programa de rádio desta sexta-feira.

"Escutem o programa de sexta-feira, que explicarei algo que ninguém viu. O mais importante ainda não foi falado por jornalistas nem cientistas políticos", indicou Mujica.

Na última terça-feira, os países-membros da Unasul escolheram o ex-presidente argentino Néstor Kirchner como o primeiro secretário-geral do bloco.

A principal dúvida antes do pleito dizia respeito exatamente à postura do Uruguai, que vetou a indicação de Kirchner durante o governo do antecessor de Mujica, Tabaré Vázquez, como retaliação a uma demanda apresentada por Buenos Aires na Corte Internacional de Justiça, em Haia, devido à construção de uma fábrica de pasta de celulose na região fronteiriça.

No pleito, quando foi chamado a se posicionar, Mujica, declarou que acompanhava o consenso, mas teria tido o cuidado de não pronunciar o nome de Kirchner.

Hoje, o jornal El Observador publicou um diálogo realizado no jantar da última terça-feira, do qual, além do mandatário uruguaio, participaram senadores opositores e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Não há nada. Não há nenhum compromisso específico. Agora apostamos na boa fé deles", declarou Mujica em relação ao bloqueio da ponte internacional General San Martín, mantido por ambientalistas argentinos desde 2006.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,22
    3,148
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,64
    65.099,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host