UOL Notícias Notícias
 

06/05/2010 - 10h27

Vázquez diz que 'respeita' decisão de Mujica em relação a Néstor Kirchner na Unasul

ANSA
MONTEVIDÉU, 6 MAI (ANSA) - O ex-presidente uruguaio Tabaré Vázquez (2005-2010) afirmou que "respeita" a decisão do atual mandatário, José Mujica, de não se opor à escolha do argentino Néstor Kirchner ao cargo de secretário-geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul).

Em declarações a uma emissora de televisão, o ex-chefe de Estado anunciou que adotará o posicionamento de seu partido, a coalizão de esquerda Frente Ampla, da qual Mujica também faz parte.

"A força política não discutiu o tema ainda. Quando discutir e tomar uma postura, a posição da Frente Ampla será a minha posição", destacou.

Durante seu mandato, Vázquez vetou a indicação de Kirchner, ex-presidente argentino (2003-2007) e atual deputado federal, devido a uma batalha judicial entre Buenos Aires e Montevidéu pela instalação de uma fábrica de pasta de celulose na fronteira bilateral.

No entanto, Mujica, que tomou posse no último dia 1º de março, já demonstrou, em diversas ocasiões, intenção de se aproximar do governo argentino. Uma das ferramentas para atingir esse objetivo seria derrubar o veto a Kirchner.

O ex-presidente argentino foi eleito secretário-geral da Unasul na última terça-feira, em uma cúpula do organismo realizada em Buenos Aires. Os chefes de Estado e de Governo dos países-membros do bloco ratificaram a nomeação, após os chanceleres terem aprovado a eleição de Kirchner um dia antes.

Segundo o ministro uruguaio das Relações Exteriores, José Almagro, seu país não votou nem a favor nem contra a candidatura. O próprio Mujica também ressaltou esse ponto, dizendo que seu governo somente "acompanha o consenso" sul-americano sobre o assunto.

O posicionamento quanto à indicação de Kirchner foi criticada por outro ex-presidente do país. Julio María Sanguinetti, do opositor Partido Colorado -- e que governou o Uruguai entre 1985 e 1990 e entre 1995 e 2000 -- comentou que a atitude de Mujica pode ser entendida como uma "fraqueza" frente aos membros da Unasul.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h00

    0,19
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h03

    0,15
    65.768,45
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host