UOL Notícias Notícias
 

24/05/2010 - 16h23

Sem citar nomes, Uribe reitera apoio a candidato governista na reta final da sucessão presidencial na Colômbia

ANSA
Em Bogotá

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, reiterou hoje, ainda que indiretamente, o seu apoio ao candidato governista, Juan Manuel Santos, para as eleições que elegerão o seu sucessor e ocorrerão no próximo domingo.

"Não mudemos de galinha para os três ovinhos: o ovinho da segurança, o ovinho dos investimentos e o ovinho da política social. Mantenhamos o mesmo rumo", declarou o mandatário a uma rádio local.

Uribe tem se utilizado com frequência de metáforas para indicar o respaldo a Santos, que participou de seu gabinete como ministro da Defesa. Ele também fez uso da mesma tática para criticar outros candidatos nas últimas semanas.

A ação foi encontrada como uma alternativa para tentar driblar a lei eleitoral colombiana, que o impede de fazer parte da campanha.

Ainda assim, o procurador-geral do país, Alejandro Ordoñez, já advertiu Uribe por duas vezes devido a declarações que supostamente evidenciam o apoio a Santos.

Já a Missão de Observação Eleitoral classificou a intervenção indevida de funcionários do Estado como o maior risco no pleito de domingo.

Além de Santos, outros oito candidatos disputam a presidência da Colômbia. São eles: Antanas Mockus, Noemí Sanín, Gustavo Petro, Germán Vargas Lleras, Rafael Pardo, Robinson Devia Gonzalez, Jaime Araujo Rentería e Jairo Calderón Carrero.

Os quase 30 milhões de colombianos habilitados às votações deverão eleger o próximo chefe do Executivo, após dois mandatos consecutivos de Uribe, que iniciou sua primeira administração em 2002.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host