UOL Notícias Notícias
 

27/05/2010 - 15h57

Venezuela cancela mais de US$1,2 bi de dívidas de empresas italianas

ANSA
CARACAS, 27 MAI (ANSA) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, decidiu cancelar dívidas de empresas italianas que realizam obras no país, estimadas em mais de US$ 1,2 bilhão, anunciou hoje o chanceler italiano, Franco Frattini, em visita a essa nação.

Em uma reunião com a comunidade local italiana, Frattini falou sobre o assunto, acordado na noite de ontem em um encontro com o seu par venezuelano, Nicolás Maduro.

"Estou extremamente grato ao presidente Chávez", continuou o ministro, acrescentando que o cancelamento das dívidas -- entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,3 bilhão -- permite e continuidade dos trabalhos das empresas de origem italiana no território sul-americano.

Entre as atividades destacam-se os planos nacionais de construção de ferrovias e de infraestrutura industrial. Há ainda discussões para a viabilização de outras obras, a partir de 2011. Para tais empreendimentos, os dois países criaram uma comissão técnica mista.

No encontro com os italianos que vivem na Venezuela, Frattini também disse que foi reativado um diálogo entre as autoridades e os ítalo-venezuelanos afetados pelas expropriações, confiscações e ocupações de empresas e terras, promovidas pelo governo local. A intenção é conseguir "uma rápida, justa e efetiva indenização", esclareceu.

Ainda hoje, Frattini se reúne com Chávez, com quem assinará uma série de acordos já elaborados. Antes de Caracas, o titular do Ministério das Relações Exteriores da Itália esteve em Washington, Estados Unidos. Nesta noite, ele viajará ao Panamá, país que deverá receber a visita do premier Silvio Berlusconi no próximo mês.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host