UOL Notícias Notícias
 

07/06/2010 - 18h11

EUA dizem confiar no julgamento do Chile sobre paquistanês preso com explosivos

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 7 JUN (ANSA) - O secretário-adjunto de Defesa dos EUA para a defesa e assuntos de segurança nas Américas, Paul Stockton, disse confiar plenamente na Justiça chilena, ao comentar o caso do paquistanês Mohammad Saif Ur Rehman Khan, processado no país sul-americano sob a acusação de manipular explosivos e que foi solto recentemente.

"O governo dos Estados Unidos tem grande confiança no sistema jurídico do Chile. Confiamos que esse sistema irá continuar com este caso de forma eficiente, como faz sempre", garantiu Stockton.

O secretário falou sobre o tema em sua viagem a Santiago, onde participa de encontros com autoridades locais.

Nos últimos dias, dirigentes opositores chilenos denunciaram a intervenção de policiais estrangeiros no caso do paquistanês. A Procuradoria, por sua vez, descartou tal acusação.

Segundo fontes governamentais citadas pela rádio Bío Bío, agentes norte-americanos e canadenses teriam se reunido com funcionários da Agência Nacional de Inteligência do Chile.

Mohammad Saif Ur Rehman Khan foi detido após serem detectados em seus pertences vestígios de explosivos na embaixada dos Estados Unidos no Chile. Logo após ser detido, no último mês, ele permaneceu em um presídio de segurança máxima e obteve, em 15 de maio, liberdade condicional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host