UOL Notícias Notícias
 

10/06/2010 - 09h27

Papa e Zapatero discutem Europa, Am. Latina e Oriente Médio em audiência

ANSA
CIDADE DO VATICANO, 10 JUN (ANSA) - O papa Bento XVI recebeu hoje o primeiro-ministro espanhol, José Luís Rodríguez Zapatero, com quem discutiu temas religiosos e conversou sobre a situação atual da Europa, da América Latina e do Oriente Médio.

A audiência durou 30 minutos em um clima cordial e na presença de um intérprete. A delegação espanhola também foi recebida pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, e pelo secretário para as Relações com os Estados, Dominique Mamberti.

De acordo com um comunicado da sala de imprensa da Santa Sé, "os colóquios permitiram uma troca de visões" acerca da "atual crise econômico-financeira e sobre o papel da ética", além dos "países da América Central e do Caribe, e outras situações, em particular o Oriente Médio".

Nos últimos dias, fontes do governo espanhol confirmaram à ANSA que uma das principais discussões do encontro seria os direitos humanos em Cuba, um tema de "interesse comum" tanto para a Igreja Católica como para a nação europeia.

Durante as conversas, Zapatero assegurou ainda o compromisso de seu gabinete em colaborar com a organização das viagens que Bento XVI fará à Espanha em novembro deste ano e em agosto de 2011.

"Quanto às visitas do Santo Padre a Santiago [de Compostela] e a Barcelona no ano corrente, e a Madri no próximo para a Jornada Mundial da Juventude, reconheceu-se a mais ampla disponibilidade do governo espanhol a colaborar com sua preparação e desenvolvimento", reportou a Santa Sé.

"Foram enfocados os relacionamentos bilaterais, questões da atualidade e de interesse para a Igreja na Espanha, como a eventual apresentação de uma nova lei sobre liberdade religiosa, a sacralidade da vida desde a concepção e a importância da educação", continuou a nota.

Na tradicional troca de presentes, Zapatero deu ao Papa um livro sobre a história do mosteiro de San Lorenzo El Escorial, que Bento XVI definiu como "muito bonito". O Pontífice, por sua vez, presenteou um baixo-relevo em bronze representando uma visão de como era o Vaticano no século XVII.

O primeiro-ministro estava acompanhado por seu chanceler, Miguel Angel Moratinos; pelo embaixador da Espanha junto à Santa Sé, Francisco Vázquez; o secretário-geral da Presidência de Governo, Bernardino León; o secretário de Estado de Comunicação, Felix Monteira; e a diretora do Departamento de Política Internacional e Segurança do gabinete, Milagros Hernando.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,63
    3,167
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,87
    65.667,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host