UOL Notícias Notícias
 

11/06/2010 - 14h55

Holandês é processado por homicídio qualificado no Peru

ANSA
LIMA, 11 JUN (ANSA) - O juiz peruano Juan Buendía processou hoje o holandês Joran van der Sloot pelo assassinato de Stephany Flores, ocorrido na capital Lima, no dia 30 de maio.

Buendía, do Juizado Penal de Turno Permanente da Corte de Lima, acusou Van der Sloot dos crimes de homicídio qualificado e furto simples contra o patrimônio.

A pena máxima para tais acusações é 35 anos de reclusão. Também já foi concedido o mandado de prisão contra o holandês.

Segundo o processo, Van der Sloot, de 23 anos, teria assassinado Flores, de 21, com "o agravante de ter atuado com ferocidade e grande crueldade", o que configura o homicídio qualificado.

A Procuradoria também denunciou John Williams, John Oswaldo Aparcana Pisconte e Carlos Alberto Uribe Pretil por omissão. Os três teriam facilitado a ida de Van der Slott para a cidade de Tacna, na fronteira com o Chile.

Um dia depois da morte de Flores, o holandês fugiu para o Chile, onde foi preso no dia 3 de junho e, depois de 24 horas, extraditado de volta ao Peru.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host