Copa 2010: Di Stéfano elogia Messi, mas diz que ele não pode ganhar 'sozinho'

MADRI, 15 JUN (ANSA) - O ex-jogador de futebol argentino Alfredo Di Stéfano disse hoje que o atleta da seleção de seu país natal Lionel Messi é "brilhante", mas deve descartar a possibilidade de ganhar "sozinho o Mundial", disputado atualmente na África do Sul.

"Estamos em frente a um grande elemento que deu resultados brilhantes, já que além de jogar bem e dar espetáculo fez gols, tudo com categoria, moderação e habilidade", destacou ele, considerado um dos maiores jogadores da história do futebol.

Em sua estreia como comentarista esportivo do jornal espanhol Marca, Di Stéfano afirmou que em sua opinião o importante "é o conjunto", porque o futebol "não é boxe ou tênis, onde se pode jogar sozinho".

Messi "precisa de companheiros que o apoiem e lhe permitam expressar-se em plenitude", acrescentou o argentino, presidente honorário do clube Real Madrid.

"O número 9 de uma equipe salta, abre a boca, grita, tira a camisa, mas e os de trás, o quê?", questionou Di Stéfano.

O ex-atleta também falou sobre quais são as equipes que considera as favoritas para vencerem a Copa do Mundo de 2010, que termina no dia 11 de julho.

"Estão sempre os mesmos, Itália, França, Espanha, Inglaterra, Alemanha, mais as equipes que representam a América do Sul, ou seja, Brasil, Argentina e também Uruguai", explicou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos