UOL Notícias Notícias
 

16/06/2010 - 18h27

EUA pedem extradição de libanês detido no Paraguai

ANSA
ASSUNÇÃO, 16 JUN (ANSA) - A Justiça dos Estados Unidos solicitou ao Paraguai a extradição de um libanês detido ontem por suspeita de colaboração com grupos ligados ao Hezbollah, informou a Chancelaria do país sul-americano.

Moussa Ali Hamdan, que também tem cidadania norte-americana, foi preso em Ciudad del Este, na região da fronteira com Argentina e Brasil, por agentes da Interpol e da Secretaria de Prevenção do Terrorismo da Polícia Nacional.

Hamdan é acusado pelos EUA de vender dinheiro e passaportes falsos no país, ações que seriam parte um plano realizado entre janeiro de 2008 e novembro de 2009 para auxiliar a organização islâmica, segundo a Interpol Paraguai.

A partir dessas acusações, a Justiça dos Estados Unidos emitiu, em 2008, uma ordem de captura contra o libanês por "prover de material de apoio ou recursos, incluindo documentos falsos".

O juiz Hugo Sosa Pasmor decretou hoje prisão preventiva enquanto tramita o pedido de extradição.

No Paraguai, há ainda denúncias contra Hamdan também por falsificação e por transporte de artigos roubados na fronteira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h09

    -0,04
    3,134
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h19

    -0,78
    75.395,77
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host