UOL Notícias Notícias
 

25/06/2010 - 18h59

Perícia conclui que agressor de Silvio Berlusconi é incapaz

ANSA
MILÃO, 25 JUN (ANSA) - O italiano Massimo Tartaglia, que agrediu o primeiro-ministro Silvio Berlusconi em dezembro do ano passado, foi considerado incapaz de responder por seus atos, de acordo com o laudo psiquiátrico divulgado hoje.

O documento é assinado pelos peritos Antonio Marigliano e Fiorella Gazzale, indicados para a função pela juíza de Milão Luisa Savoia. Eles analisaram Tartaglia em três aspectos: a capacidade de entendimento no momento da agressão, juízo e periculosidade social.

No último dia 13 de dezembro, Tartaglia lançou uma miniatura de ferro da catedral de Milão contra o rosto do Berlusconi, após o premier participar de um comício de seu partido, o Povo da Liberdade (PDL).

Com o impacto, o chefe de Governo sofreu uma fratura no nariz e teve dois dentes quebrados. Após passar quatro dias no hospital, Berlusconi foi para a sua residência de Arcore, nos arredores de Milão, onde permaneceu em repouso e afastado das atividades públicas por cerca de um mês.

Já Tartaglia foi detido logo após o ataque e, posteriormente, transferido para um hospital psiquiátrico devido a um pedido de sua defesa e a evidências de transtorno mental.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host