UOL Notícias Notícias
 

25/06/2010 - 16h58

Presidentes da Alba torcem por latino-americanos na Copa do Mundo

ANSA
QUITO, 25 JUN (ANSA) - Os presidentes dos países-membros da Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (Alba) manifestaram hoje seu respaldo às seleções latino-americanas que participam do Mundial da África do Sul.

"Vamos com Chile, vamos com Brasil, assim como vamos com a Argentina, depois veremos a final, mas a América Latina vai ganhar, a América do Sul vai ganhar", disse o presidente venezuelano, Hugo Chávez, no Equador.

Chávez está na cidade equatoriana de Otavalo, na província equatoriana de Imbabura, a 110 quilômetros da capital Quito, onde participa da 10ª Cúpula da Alba, junto a autoridades indígenas e afrodescendentes, além de representantes das outras nações que integram o bloco.

Também no evento, o presidente da Bolívia, Evo Morales, pediu ao seu anfitrião, Rafael Correa, para que pudesse ver o jogo entre Chile e Espanha para torcer pela seleção sul-americana, que se enfrentam na tarde desta sexta-feira, em partida iniciada às 15h30, horário de Brasília.

"Vou encurtar minha apresentação. Não quero prejudicar, todos querem ver a partida. Pelo menos eu quero ver a partida que decide se quem se classifica é o Chile ou a Espanha. Claro que o Chile tem que se classificar", afirmou Morales, que além de ser um grande torcedor, adora jogar futebol.

O mandatário da Bolívia também lamentou a eliminação de Honduras, e atribuiu o fato ao golpe de Estado ocorrido em junho de 2009. "Eu diria que é por culpa da ditadura de Honduras, senão teria se classificado como outros países sul-americanos para as oitavas de final", declarou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h59

    0,10
    3,280
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h09

    1,47
    62.578,47
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host