Copa 2010: Berlusconi diz que 'ninguém ousou' falar sobre derrota da Itália no G8

HUNTSVILLE, 26 JUN (ANSA) - O premier italiano, Silvio Berlusconi, disse que "ninguém ousou levantar o tema" da eliminação da seleção de seu país na Copa do Mundo de 2010 durante a reunião do G8 (grupo dos países mais industrializados do mundo), no Canadá.

Em uma coletiva de imprensa realizada neste sábado na conclusão da cúpula, o primeiro-ministro explicou que o silêncio ocorreu "também porque éramos em dois a sofrer: o presidente francês [Nicolas Sarkozy] e eu".

A Itália deu adeus ao Mundial de futebol na última quinta-feira, ao perder de 3 a 2 da Eslováquia ainda na primeira fase da competição. Somando a derrota a empates em 1 a 1 com o Paraguai e a Nova Zelândia, a equipe fez a pior campanha de sua história nas Copas.

A atuação da seleção, campeã mundial em 2006, gerou fortes críticas na nação europeia. Os jogadores do time desembarcaram na manhã de hoje em Roma e Milão (horário local) e foram vaiados por torcedores.

A França, que ganhou o campeonato em 1998 e é a atual vice, também já se despediu do maior evento esportivo do mundo, e em meio a grandes polêmicas. Com apenas um ponto conquistado, a seleção teve problemas internos, com brigas envolvendo atletas e a comissão técnica.

Ainda neste sábado, o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, também falou sobre a eliminação da Itália na Copa do Mundo. "Agora há muitos acusadores, mas nós devemos procurar um novo time e um novo treinador", declarou ele, que é conhecido por ser um grande amante do futebol.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos