UOL Notícias Notícias
 
01/07/2010 - 17h07 / Atualizada 01/07/2010 - 17h28

Peru acompanha com atenção o caso de peruana acusada de espionagem nos EUA

ANSA
LIMA, 1 JUL (ANSA) - O presidente do Peru, Alan García, disse hoje que seu governo irá acompanhar o caso da jornalista peruana Vicky Peláez, detida nos Estados Unidos sob acusação de participar de uma rede de espionagem ligada à Rússia.

"O que todos devem saber é que o governo peruano estará sempre atento para que a legislação não seja descumprida e que o devido processo no caso de uma cidadã de nacionalidade peruana não seja violado", insistiu.

O mandatário declarou que o Consulado-Geral do Peru nos EUA e o embaixador peruano no país, Luis Valdiviezo, devem "fazer tudo que for necessário" para que a ação ocorra de maneira correta.

Para García, as acusações contra Peláez são graves e devem ser demonstradas por um promotor no respectivo tribunal norte-americano.

"Não acredito que a Justiça norte-americana se preste a uma jogada, a uma cortina de fumaça, mas em todo caso terão que justificar adequadamente e, se não o fazem, terão que se retratar", reiterou.

Peláez e o marido, Juan Lázaro, de origem uruguaia -- ambos com nacionalidade norte-americana --, foram detidos em Nova York no domingo passado.

O casal e outras nove pessoas são acusados de pertencerem a uma rede de espionagem que enviava informação à Rússia, sob denúncias de lavagem de dinheiro e de conspiração.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host