UOL Notícias Notícias
 
08/07/2010 - 16h46 / Atualizada 08/07/2010 - 17h28

Uruguai: Mujica lamenta incêndio que deixou ao menos 12 mortos em penitenciária

ANSA
MONTEVIDÉU, 8 JUL (ANSA) - O presidente do Uruguai, José Mujica, classificou como "algo dramático, horrível" o incêndio em uma penitenciária que deixou ao menos 12 mortos na cidade de Rocha, no leste do país.

"É uma desgraça", continuou Mujica, que ainda indicou que mantém contato permanente com as autoridades locais e o ministro do Interior, Eduardo Bonomi, que se deslocou para a localidade assim que soube do episódio.

De acordo com investigações preliminares, o início do incêndio teria ocorrido por volta das 3h30 locais (mesmo horário de Brasília), devido a um curto-circuito.

Além das 12 mortes, outros oito presos ficaram feridos, três deles em estado grave. A cadeia de Rocha foi construída para comportar no máximo 60 pessoas, mas alojava 151.

Atualmente, o Poder Legislativo uruguaio estuda um projeto que o governo considera ser emergencial para combater a superlotação carcerária.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host