UOL Notícias Notícias
 
15/07/2010 - 12h49

Lei da Argentina 'empurra' países da região à igualdade, diz entidade gay da Espanha

ANSA
MADRI, 15 JUL (ANSA) - A Federação Estatal de Lésbicas, Gays, Transexuais e Bissexuais da Espanha (FELGTB) declarou hoje que a lei que autoriza o casamento entre pessoas do mesmo sexo aprovada no Senado da Argentina "empurra à igualdade todos os países da região".

De acordo com a entidade governamental, que enviou suas felicitações à nação sul-americana, o aval concedido pelo Congresso à norma -- que também prevê a adoção de crianças por casais homossexuais -- é um "passo histórico".

Com a decisão dos senadores, posterior à aprovação dos deputados, o projeto de lei segue agora para a sanção do Executivo. A presidente Cristina Kirchner já havia anunciado que não se colocaria contrária ao texto caso ele passasse no Parlamento, e hoje se mostrou "satisfeita" com o resultado da sessão desta quarta-feira.

"Estou feliz que a igualdade avance, feliz de que a Argentina avance", declarou o titular da FELGTB, Antonio Poveda, que participou como convidado no debate do Congresso argentino.

A conclusão dos senadores foi alcançada nesta madrugada, após 14 horas de discussões. Houve 33 votos a favor da norma, 27 contra e três abstenções. Caso o projeto de lei passe por todas as instâncias, a Argentina se tornará o primeiro país da América Latina a permitir o casamento gay.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,02
    4,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h19

    0,46
    111.125,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host