UOL Notícias Notícias
 
20/07/2010 - 10h06

Restos mortais de travesti morto na Itália seguem hoje para o Brasil

ANSA
ROMA, 20 JUL (ANSA) - O corpo do travesti brasileiro Brenda, morto na Itália em 2009 depois que seu nome esteve envolvido em um escândalo sexual envolvendo um político do país, partirá ainda hoje para Macapá, no Amapá.

A notícia foi comunicada pelos advogados da família da vítima, Nicodemo Gentile e Walter Biscotti, que agradeceram em nome dos parentes "ao município de Roma, que consentiu no transporte dos restos de Brenda ao Rio de Janeiro".

O brasileiro foi achado carbonizado em seu apartamento em novembro do ano passado, semanas após a divulgação de um vídeo no qual o então governador da região do Lazio, Piero Marrazzo, aparecia na companhia de travestis -- entre eles Brenda.

O caso veio à tona com a prisão de quatro policiais que tentavam chantagear o político que, pouco depois, renunciou ao cargo. Há hipóteses de que o brasileiro tenha sido assassinado devido a seu envolvimento no episódio.

A mãe de Brenda, Azenete Mendes Paes, pediu em diversas ocasiões que os restos mortais fossem liberados para o enterro. "Quero dar uma sepultura digna para meu filho", reclamou ela em março.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host