UOL Notícias Notícias
 
25/07/2010 - 14h52

Chefe da Defesa Civil italiana diz que tragédia da Love Parade não ocorreria no país

ANSA
ROMA, 25 JUL (ANSA) - O chefe da Defesa Civil italiana, Guido Bertolaso, assinalou hoje que um caso como o que aconteceu no evento musical Love Parade, na cidade alemã de Duisburg, onde 19 pessoas morreram esmagadas ontem, não teria ocorrido em seu país.

"Na Itália não poderia nunca acontecer, também graças à experiência que amadurecemos com a organização de grandes eventos: da Jornada Mundial da Juventude [JMJ] de 2000 aos funerais do papa João Paulo II em 2005", garantiu ele em entrevista à ANSA.

Bertolaso explicou que para a JMJ eram esperadas 700 mil pessoas, mas tudo foi organizado para receber até dois milhões. Já a cerimônia das exéquias de João Paulo II reuniu cerca de dois milhões de fieis na Praça de São Pedro e nas imediações do Vaticano.

O local onde a Love Parade era realizada tinha capacidade para acolher 300 mil pessoas, mas estaria abrigando cerca de 1,4 milhão.

Para o chefe da Defesa Civil italiana, o tumulto, que também deixou centenas de feridos, é "um caso exemplar de tudo que não se deve fazer para organizar uma manifestação como essa".

"Se são previstas não milhares, mas diversas centenas de milhares de pessoas, falamos de números impressionantes, que pressupõem uma experiência adequada e a capacidade de gerir grandes multidões. Uma coisa muito difícil que não se inventa e não está disponível para quem organiza shows", ressaltou ele.

De acordo com funcionário, a Love Parade foi "um grande evento que deveria ter sido melhor organizado em todos os aspectos relativos à segurança das pessoas" e que por isso, "em um país símbolo da boa organização, ocorreu esta tragédia".

Bertolaso apontou ainda que não é certo colocar a culpa sobre os organizadores ou as autoridades locais, pois quando há "manifestações que prevêm números assim altos devem intervir aqueles que sabem como se faz, mesmo se forem eventos privados".

Entre as 19 vítimas fatais do esmagamento está a italiana Giulia Minola, de 21 anos. Uma amiga que a acompanhava, da mesma nacionalidade, ficou ferida.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h49

    0,39
    3,170
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h52

    0,39
    74.735,46
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host