UOL Notícias Notícias
 
26/07/2010 - 15h48

Colômbia: Ministro designado reitera intenção de normalizar relações com Venezuela

ANSA
BOGOTÁ, 26 JUL (ANSA) - O ministro designado para a pasta da Fazenda no próximo governo da Colômbia, Juan Carlos Echeverry, reiterou hoje o objetivo do presidente eleito, Juan Manuel Santos, de normalizar os laços comerciais com a Venezuela o quanto antes.

"Essa é uma fronteira muito dinâmica que proporcionou ao país um crescimento do comércio que chegou a US$ 6 bilhões. Buscaremos restabelecer a maior parte desse comércio o mais rápido possível", indicou Echeverry.

O melhor ano do comércio entre Colômbia e Venezuela ocorreu em 2008, quando registrou US$ 7,3 bilhões. Desde então, esse número vem sofrendo quedas sucessivas, como consequência do "congelamento" das relações bilaterais, em julho de 2009.

Nos cinco primeiros meses de 2010, por exemplo, as exportações da Colômbia para Venezuela caíram 71,4%.

Desde o rompimento dos laços diplomáticos, anunciado na última quinta-feira, o governo colombiano tem expressado sua preocupação com a situação da economia da região fronteiriça.

Por isso, estuda adotar medidas que beneficiem os departamentos [estados] de La Guajira, Norte de Santander e Arauca.

Ontem, o governo colombiano, de Álvaro Uribe, anunciou três medidas que poderão ser colocadas em prática para reduzir o impacto do fim das relações. As iniciativas, em análise no país, visam reduzir os requisitos para a instalação de zonas francas na região, aliviar temporariamente a cobrança do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) e preparar uma grande rodada de compras nacionais na cidade de Cucuta.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host