UOL Notícias Notícias
 
26/07/2010 - 14h45

Itália diz que pacote de sanções contra o Irã demonstra a 'credibilidade' da Europa

ANSA
BRUXELAS, 26 JUL (ANSA) - A Chancelaria italiana informou que o novo pacote de sanções imposto hoje ao Irã pela União Europeia (UE), em resposta ao programa nuclear desenvolvido pela República Islâmica, foi uma decisão "unânime", que demonstra a "credibilidade" da Europa.

Para o chanceler Franco Frattini, esta nova rodada de medidas contra as atividades de enriquecimento de urânio é "um instrumento" para levar Teerã às negociações.

As medidas aprovadas hoje e que entrarão em vigor nesta terça-feira se referem especialmente ao setor energético, aos recursos de petróleo e gás, e às áreas de transporte e movimentos financeiros.

Com as determinações, as empresas europeias estão proibidas de investir em atividades no país e também não poderão prover elementos ou transferir tecnologia, por exemplo, para o refinamento de petróleo.

As limitações foram aprovadas pelos ministros das Relações Exteriores da UE e constituem as mais "severas" sanções já adotadas pelo bloco europeu contra um país.

Por sua vez, o governo de Mahmoud Ahmadinejad afirmou ter interesse em voltar às negociações, mas considerou que a decisão da UE "complica as coisas". "As sanções só complicam as coisas e afastam (as duas partes) de um entendimento mútuo", declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Ramin Mehmanparast.

Já Israel, aliado dos Estados Unidos e forte opositor ao regime iraniano, elogiou a punição europeia. "A UE deu um passo significativo, mas este deve ser acompanhado de ações semelhantes por parte de outros Estados", informou a Chancelaria israelense em um comunicado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host