UOL Notícias Notícias
 
03/08/2010 - 16h00

Em menos de 20 dias, México registra mais de três mil homicídios

ANSA
CIDADE DO MÉXICO, 3 AGO (ANSA) - O México registrou nos últimos 18 dias um total de 3.174 assassinatos relacionados ao narcotráfico, o equivalente a 176 por dia, ou 13% a mais que a última contagem oficial, informou hoje fontes do governo.

Guillermo Valdés, diretor do Centro de Investigação e Segurança Nacional (Cisen), órgão de inteligência do México, reconheceu perante o presidente Felipe Calderón que nas últimas semanas ocorreram diariamente confrontos armados entre narcotraficantes e tropas federais.

Desde o início da gestão do atual mandatário, de acordo com o Cisen, a guerra contra a criminalidade deixou 28 mil mortos. No último dia 16 de julho, a Procuradoria Geral havia relatado que o número de vítimas fatais desse enfrentamento chegava a 24.826.

No mês de abril, informes oficiais indicaram que a cifra de assassinatos relacionados ao narcotráfico era de 22.700. Apenas em 2009 foram registradas 9.635 mortes.

Desde dezembro de 2006, quando Calderón assumiu e declarou guerra aos cartéis do narcotráfico, foram mobilizados 100 mil efetivos do Exército, da Marinha, policiais federais e estaduais, e agora planeja-se incluir mais 40 mil agentes.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host