UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 15h39

Ministério italiano concederá prêmio inédito no Festival de Veneza

ANSA
ROMA, 4 AGO (ANSA) - A edição deste ano do Festival de Cinema de Veneza contará, pela primeira vez, com um prêmio ao filme que melhor representar a questão das igualdades de oportunidades e da luta contra a discriminação.

A decisão de conceder a distinção, anunciada hoje, foi da ministra italiana da Igualdade de Oportunidades, Mara Carfagna.

"O cinema, com a sua linguagem cativante, é capaz de falar a todos e em particular aos jovens pode ser mais um instrumento de construção da sociedade", esclareceu a ministra.

Para Carfagna, "as histórias narradas nos filmes, filtradas pela sensibilidade dos diretores, nos conscientizam sobre a realidade que muitas vezes temos dificuldade de imaginar, ou as quais não prestamos a devida atenção".

Por esta razão, pela primeira vez, o Ministério da Igualdade de Oportunidades instituiu este novo reconhecimento, que será concedido a uma produção da sessão oficial da 67ª edição do Festival de Cinema de Veneza, que acontece de 1 a 11 de setembro.

O prêmio consiste em uma obra doada pela decana da arte contemporânea Maria Lai. Presidirá o júri a chefe do setor legislativo do ministério, Francesca Quadri, junto a personalidades de várias áreas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,79
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    1,18
    65.148,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host