UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 15h25

Polícia detona explosivo perto de Palácio Presidencial do Chile

ANSA
SANTIGO DO CHILE, 4 AGO (ANSA) - Agentes do Grupo de Operações Especiais (Gope) da polícia do Chile detonaram hoje de forma controlada um extintor de incêndio com um mecanismo explosivo que foi deixado a quatro quadras do Palácio Presidencial.

A denúncia foi feita anonimamente por uma voz masculina, que indicou o local onde estaria o artefato, em uma lixeira na praça Jorge Alessandri, no balneário de Viña Del Mar, a 120 quilômetros a oeste de Santiago.

O coronel Marcos Reinoso relatou que o lugar foi isolado e "pessoas do Gope verificaram que efetivamente havia um extintor de incêndio de aproximadamente 1 a 1,5 quilos que possuía um sistema de incêndio que foi desativado".

"Desconhecemos o que há dentro do extintor. O mais provável é que seja pólvora negra. Geralmente é o que acontece em outras situações similares", disse o chefe policial à rádio Biobío.

A investigação determinou também que a chamada anônima foi feita de um telefone público do porto de Valparaíso. Nenhum grupo reivindicou a ação, que colocou em alerta também os vizinhos do bairro de Cerro Castillo.

Hoje o Gope também encontrou uma caixa com explosivos no centro da capital, em uma construção. Os pedreiros acharam o material enquanto trabalhavam próximos a um estacionamento subterrâneo.

A polícia uniformizada evacuou a região para analisar o objeto, que logo foi transportado para um laboratório especializado. Segundo os policiais, os materiais utilizados podem ser antigos, já que a caixa estava oxidada.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host