UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 18h14

Cuba repudia informe dos EUA sobre terrorismo

ANSA
HAVANA, 5 AGO (ANSA) - O governo cubano, por meio de sua diplomacia, repudiou hoje de forma "categórica" a inclusão do país na lista de países patrocinadores do terrorismo, divulgada nesta quinta-feira pelos Estados Unidos.

"Repudiamos categoricamente a decisão do Departamento de Estado de incluir novamente Cuba na lista de Estados patrocinadores do terrorismo internacional e pedimos a imediata exclusão de nosso país", disse Josefina Vidal, diretora da área da América do Norte do Ministério das Relações Exteriores.

Em sua declaração, divulgada por meio da Chancelaria, Vidal afirmou ainda que os EUA "põem na tela de julgamento a seriedade do compromisso assumido no combate ao terrorismo internacional e mantém um dos aspectos mais irracionais que formam a política de hostilidade contra Cuba".

De acordo com o informe, durante o último ano "não houve evidência de apoio financeiro direto" de Havana para grupos terroristas estrangeiros. Contudo, a ilha "continuou dando refúgio seguro" a membros dos colombianos Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Exército de Libertação Nacional (ELN) e movimento separatista basco ETA.

"Cuba cooperou com os EUA em um número limitado de assuntos" contra o terrorismo, recordou o documento.

Em seu relatório, o Departamento de Estado norte-americano também mantém na mesma classificação de Cuba o Irã, a Síria e o Sudão. O Brasil foi elogiado pelas autoridades de Washington no documento. Já a Venezuela continua a ser criticada.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host