UOL Notícias Notícias
 
06/08/2010 - 18h16

Relatores da ONU e da OEA vão ao México para acompanhar situação dos jornalistas

ANSA
CIDADE DO MÉXICO, 6 AGO (ANSA) - Relatores especiais para a liberdade de expressão da Organização dos Estados Americanos (OEA) e da Organização das Nações Unidas (ONU) chegarão ao México na próxima segunda-feira para abordar o tema da repressão contra jornalistas.

A visita dos relatores Catalina Botero, da OEA, e Frank La Rue, da ONU, a convite do governo do México, foi anunciada hoje pela Chancelaria. Essa será a primeira viagem oficial conjunta dos organismos ao país para abordar tal situação.

Os membros das duas entidades acompanharão a situação local até o dia 24 de agosto. Durante a estadia, os enviados irão se reunir com alguns ministros do governo, o presidente da Suprema Corte e governadores dos estados de Chihuahua, Sinaloa e Guerrero, atualmente os mais atingidos pela violência contra profissionais da imprensa.

Eles também participarão de discussões com dirigentes de grupos civis, repórteres, meios de comunicação e acadêmicos para a situação da liberdade de expressão e opinião no México e, depois, emitir suas recomendações.

Ao longo deste ano, 38 jornalistas mexicanos foram assassinados ou desapareceram, de acordo com a Defensoria Pública. O México é considerado ainda um dos locais mais perigosos para o exercício dessa profissão.

Desde que Felipe Calderón assumiu o poder, em dezembro de 2006, a violência contra a população civil também registrou aumento. Com o confronto militar lançado por seu governo para combater o narcotráfico, pelo menos 28 mil pessoas foram assassinadas, segundo dados oficiais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host