Empresário de Maicon cobra reconhecimento da parte da Inter

MILÃO, 10 AGO (ANSA) - O empresário do lateral-direito Maicon, Antonio Caliendo, disse hoje que o brasileiro deveria ser mais reconhecido em sua renovação de contrato com a Internazionale de Milão, depois que a direção do clube afirmou que o atleta não está mais à venda.

"Acredito que o Maicon deveria ter um mínimo de reconhecimento", declarou Caliendo em entrevista à ANSA, ao ser questionado sobre a continuação do atleta no clube após a renovação dos contratos dos argentinos Javier Zanetti e Diego Milito.

"Acabei de falar com o jogador e ele me disse: 'Depois de cinco títulos, [o presidente da Inter, Massimo] Moratti percebeu que tem um campeão em casa'", assinalou o representante.

Nesta semana, Moratti afirmou que o brasileiro não será mais vendido e o retirou do mercado. O Real Madrid, da Espanha, tentou comprar o lateral a pedido do novo técnico do clube e ex-treinador da Inter, José Mourinho, mas as partes não chegaram a um acordo.

Questionado sobre se Maicon fica realmente na equipe de Milão, Caliendo respondeu que "dito pelo Moratti, imagino que sim". "Agora acredito que ele deverá comunicar pessoalmente" a decisão, acrescentou.

Pela Inter, o lateral brasileiro venceu na última temporada, o Campeonato Italiano e a Liga dos Campeões da Europa. Ele também foi titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2010, disputada na África do Sul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos