UOL Notícias Notícias
 
16/08/2010 - 11h02

Fidel Castro vê como "disparate" nomeação de Uribe para investigar Israel

ANSA
HAVANA, 16 AGO (ANSA) - O líder cubano Fidel Castro considerou hoje um "disparate" do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-Moon, a nomeação do ex-presidente colombiano Álvaro Uribe (2002-2010) como membro de uma comissão que investigará Israel.

Em um artigo à imprensa, Fidel expôs que "entre outras coisas absurdas", Ban "incorreu no disparate" de nomear Uribe para o grupo que investigará a abordagem do Exército do país judeu a uma frota de barcos que transportavam ajuda humanitária à Faixa de Gaza, em maio, em uma ação que deixou nove mortos.

O ex-mandatário cubano se reuniu duas vezes na última semana com a senadora colombiana oposicionista Piedad Córdoba. O último encontro, ontem, incluiu outros colombianos descritos por Fidel como lutadores pela paz e defensores dos direitos humanos.

O tema tratado nos colóquios foi o de uma possível guerra nuclear, prevista pelo ex-chefe de Governo da ilha caribenha por causa da "perseguição" dos Estados Unidos e de Israel contra o Irã.

Sobre a nomeação para a comissão do ex-líder colombiano, que deixou o Executivo local no último dia 7, Fidel acrescentou que "tal decisão outorga a Uribe, acusado de crimes de guerra, total impunidade".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host