UOL Notícias Notícias
 
17/08/2010 - 12h51

Ex-presidente da Itália deixa cartas a Berlusconi e Napolitano

ANSA
ROMA, 17 AGO (ANSA) - O ex-presidente da Itália Francesco Cossiga, que faleceu hoje, deixou quatro cartas pessoais reservadas ao premier do país, Silvio Berlusconi, ao chefe de Estado, Giorgio Napolitano, ao titular do Senado, Renato Schifani, e ao da Câmara, Gianfranco Fini.

De acordo com as disposições do testamento do também senador vitalício, que contém seus últimos desejos, as quatro missivas já foram enviadas.

Entre as solicitações do político estaria a demanda para que os funerais fossem realizados na localidade de Cheremule, na região da Sardenha, sul da Itália.

As informações foram dadas por amigos da família, que explicaram que o presidente emérito era particularmente afeiçoado à região, porque foi ali que nasceram seus pais.

Na origem da escolha também poderia ter influenciado o fato de que as dimensões da igreja paroquial e do cemitério favoreceriam o caráter estritamente privado das exéquias, que teriam sido expressamente pedidas por Cossiga nos textos.

Ainda de acordo com informações, o velório será realizado amanhã, das 10h às 18h locais, na igreja do hospital Gemelli, onde o político estava internado desde o dia 9, quando teve problemas respiratórios.

Francesco Cossiga começou sua carreira política em 1958 como deputado pela Democracia Cristã (DC), de centro. Ele ocupou os cargos de ministro do Interior e das Relações Exteriores, além de ter sido presidente do Senado em 1983. De 1985 a 1992 foi chefe de Estado e também já foi chefe de Governo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host