UOL Notícias Notícias
 
19/08/2010 - 15h15

Delegação colombiana viaja a Caracas otimista com retomada de laços bilaterais

ANSA
BOGOTÁ, 19 AGO (ANSA) - Uma delegação de quatro ministros da Colômbia se dirigirá hoje à Venezuela para iniciar a instalação das comissões encarregadas de reativar as principais questões bilaterais, segundo comunicou a chanceler desta nação, María Ángela Holguín.

"Aos poucos temos que gerar confiança", declarou a ministra das Relações Exteriores, que se mostrou otimista com a viagem e assegurou que haverá uma conversa "ampla, franca e direta" entre as partes.

Holguín também revelou que espera que o governo vizinho autorize a posse do novo embaixador do país em Caracas, José Fernando Bautista. "Além disso, estão revisando se vão nomear um novo embaixador [em Bogotá], e a decisão será comunicada a seu tempo", acrescentou ela.

O objetivo deste "avanço" é normalizar as relações bilaterais, retomadas depois de 20 dias de ruptura em 10 de agosto, na reunião entre os presidentes de Venezuela e Colômbia, Hugo Chávez e Juan Manuel Santos, respectivamente.

O encontro estabeleceu o início dos diálogos de Bogotá e Caracas, após o rompimento provocado por denúncias de representantes do ex-presidente colombiano Álvaro Uribe (2002-2010) de que o país vizinho abrigava guerrilheiros em seu território.

Participarão da viagem os ministros da Defesa, Rodrigo Rivera; de Transporte, Germán Cardona; e do Comércio, Sergio Díaz Granados, além de Holguín. Também integra a comitiva o diretor do Departamento Nacional de Planejamento, Hernando José Gómez.

Em uma das comissões a serem instaladas será abordada a questão do pagamento da dívida da Venezuela junto a exportadores colombianos, que é de pelo menos US$ 800 milhões.

"A ideia", segundo disse a chanceler à imprensa local, "é criar um mecanismo de pagamento para que o Cadivi (Comissão de Aministração de Divisas da Venezuela) responda aos empresários agilmente e com um cronograma estabelecido".

Uma segunda comissão tratará de redigir "um acordo de complementação econômica entre ambos os países" e uma terceira focará seus trabalhos em desenvolver o investimento social. O quatro grupo buscará o avanço conjunto em obras de infraestrutura e o quinto analisará a questão da segurança.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host