UOL Notícias Notícias
 
19/08/2010 - 13h59

Equipe de resgate falha em tentativa de contato com mineiros chilenos

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 19 AGO (ANSA) - A máquina de sondagem que estava mais avançada nos trabalhos de resgate na mina de San José, no Chile, chegou ao ponto estabelecido, mas não conseguiu fazer contato com os 33 mineiros presos há duas semanas a 700 metros de profundidade.

A expectativa era que hoje a máquina alcançasse a profundidade onde estariam os trabalhadores, o que permitiria um primeiro contato. Ainda não se sabem as causas da galeria não ter sido encontrada.

"Lamentavelmente a sonda mais avançada não fez contato com os mineiros presos, mas há mais oito sondas que continuam avançando", declarou o presidente chileno, Sebastián Piñera, que complementou que novos trabalhos já estão sendo colocados em prática.

O ministro da Mineração, Laurence Golborne, seria o encarregado de entregar os detalhes sobre a nova tentativa aos familiares, que esperavam com ansiedade um contato com os trabalhadores.

A sonda, que chegou a 720 metros de profundidade, apontava para três túneis de cinco metros que rodeiam o refúgio, mas não houve comunicação com nenhum deles. Agora, a equipe de especialistas que acompanha o caso espera os avanços de outra máquina mais adiantada, que ontem já tinha perfurado 420 metros.

Os mineiros estão presos desde o último dia 5, quando um desmoronamento de terra bloqueou o acesso à mina, localizada perto da localidade de Copiapó, na região norte do Chile.

Na terça-feira, o engenheiro responsável pelo resgate, Andrés Sougarret, declarou à imprensa que a retirada dos trabalhadores poderia "levar meses".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host