UOL Notícias Notícias
 
24/08/2010 - 17h28

Peru: Ex-presidente e possível candidato critica participação de García nas eleições

ANSA
LIMA, 24 AGO (ANSA) - O ex-presidente peruano e possível candidato no próximo pleito local Alejandro Toledo (2001-2006) solicitou hoje ao mandatário Alan García que evite atuar nas campanhas para as eleições regionais e municipais, em outubro deste ano, e para as gerais, em abril de 2011.

"Peço ao senhor presidente Alan García que se abstenha de participar", disse Toledo a jornalistas, depois de questionar supostos comentários do chefe de Governo ao ministro de Defesa chileno, Jaime Ravinet, sobre suas preferências no pleito presidencial do ano que vem.

Segundo o jornal La Tercera, García comentou durante um recente encontro no Peru que gostaria que seu sucessor fosse o advogado Luis Castañeda, atual prefeito de Lima, ou a parlamentar Keiko Fujimori -- filha mais velha do ex-mandatário Alberto Fujimori (1990-2000), que está preso por corrupção e violação aos direitos humanos.

Uma pesquisa divulgada há pouco mais de uma semana pela Companhia Peruana de Investigação de Mercado e Opinião Pública (CPI) apontou Castañeda com a maioria das intenções de voto (22,5%), seguido por Keiko (19,4%). O próprio Toledo aparece em terceiro (14,1%).

"É muito perigoso quando um chefe de Estado em exercício começa a influenciar processos eleitorais. Isso mina a democracia. É muito perigoso porque torce a vontade do provo", enfatizou o ex-presidente.

Quando ocupava a chefia do Executivo, Toledo combatia duramente o oposicionista Ollanta Humala, que foi derrotado por García nas urnas em 2006 com uma diferença de cinco pontos percentuais. Nas pesquisas para as eleições de abril, o esquerdista detém 11,5% das preferências.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host