PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ativistas do Femen são indiciadas por protesto no Vaticano

14/01/2013 15h58

ROMA, 14 JAN (ANSA) - Quatro ativistas do grupo Femen que protestaram ontem, seminuas, durante uma missa do papa Bento XVI no Vaticano foram indiciadas na Itália.

De acordo com a imprensa local, elas responderão por atos contrários à ordem pública, interrupção de cerimônia religiosa, manifestação não autorizada e resistência.

Três das ativistas são francesas e uma, ucraniana. Elas foram detidas durante um protesto contra a posição da Igreja Católica em relação aos homossexuais.

Com o tórax descoberto, as mulheres pintaram inscrições de "Nos gays nós acreditamos" no corpo.

Internacional