PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Tribunal de Kiev dá ultimato a manifestantes

05/12/2013 10h24

KIEV, 5 DEZ (ANSA) - Os manifestantes pró União Europeia que ocuparam a prefeitura de Kiev e a sede dos sindicatos ucranianos têm cinco dias para deixarem os edifícios. A decisão foi feita por um tribunal de Kiev. Se as ordens não forem cumpridas, a polícia deverá entrar em ação. O vice-primeiro-ministro da Ucrânia, Serghei Arbuzov, declarou estar disposto a discutir com a oposição a possibilidade das eleições parlamentares e presidenciais serem antecipadas.   

"Devemos negociar. Se propostas deste tipo forem apresentadas, são discutidas", disse em uma entrevista para uma rede de televisão. A Ucrânia tem sido palco de protestos após o primeiro-ministro, Mikola Azarov, ter suspendido a assinatura de um acordo de livre comércio com a União Europeia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional