PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mais de 200 mil pessoas protestam na Ucrânia

Da Ansa

15/12/2013 12h26

Cerca de 200 mil pessoas favoráveis à entrada da Ucrânia na União Europeia se reuniram no centro de Kiev para um novo grande protesto.

Os manifestantes são contra a decisão do governo ucraniano de congelar o acordo com a UE, que deveria ter sido assinado no mês passado. Eles também pedem a demissão do presidente Viktor Yanukovich.

O senado norte-americano John McCain, notório por sua posição anti-russa, também esteve presente no protesto. Ele declarou para os manifestantes que "os Estados Unidos estão com vocês" e afirmou que "a Ucrânia deixaria a Europa melhor e a Europa melhoraria o país".

A União Europeia considera por hora suspensas as negociações para um acordo entre o bloco e a Ucrânia, já que as exigências de Kiev são "fora da realidade". O país pede 20 milhões de euros para poder assinar o acordo.

Por outro lado, cerca de 15 mil pessoas estão reunidas em frente ao Parlamento para prestar apoio ao governo da Ucrânia. A maior parte é proveniente das regiões meridionais e orientais do país, onde ser fala majoritariamente o idioma russo e são contrários à entrada da Ucrânia na União Europeia. 

Internacional