PUBLICIDADE
Topo

Francisco vai batizar pai de vítima de naufrágio

15/08/2014 09h58

DAEJEON, 15 AGO (ANSA) - No segundo dia de visita que faz a Coreia do Sul, o papa Francisco realizou, nesta sexta-feira (15), uma missa em Daejeon. A data, além de marcar a solenidade da Assunção de Nossa Senhora do Céu, é o dia da Libertação da República na Coreia. Antes da missa, o Pontífice também encontrou Lee Ho-Jyn, pai de um dos jovens mortos no naufrágio de uma balsa, ocorrido no último mês de abril. O pai da vítima fez um pedido ao Papa, que aceitou. Francisco vai batizá-lo neste sábado (16) pela manhã na nunciatura da capital Seul.   

Antes do início da missa, o Papa teve um encontro com Lee e outros familiares de vítimas e sobreviventes do naufrágio. Cerca de 300 pessoas, a maior parte de jovens, perdeu a vida e mais 10 ficaram desaparecidas no acidente, ocorrido no litoral sudoeste da Coreia do Sul. Todos vestiam camisetas amarelas.   

Segundo o padre e porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, o batizado que Francisco realizará é "significativo" para a Igreja Católica na Coreia do Sul, que tem ganhado cada vez mais espaço.   

De acordo com Lombardi, cerca de 100 mil novos batizados ocorrem no país todos os anos.   

Neste sábado, no batizado de Lee, estará presente também a sua filha, irmã do jovem morto no naufrágio. Durante a missa, Francisco recordou o acidente e enalteceu a solidariedade do país às vítimas. Ele pediu que este sentimento continue diante de outras situações, como doenças e a pobreza.   

http://www.papafrancesconewsapp.com/por/ (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional