Topo

Em missa de Natal, papa fala de indiferença e consumo

Papa Francisco beija estátua do menino Jesus enquanto conduz a missa da noite de Natal na Basílica de São Pedro - Tony Gentile/Reuters
Papa Francisco beija estátua do menino Jesus enquanto conduz a missa da noite de Natal na Basílica de São Pedro Imagem: Tony Gentile/Reuters

Na Cidade do Vaticano e em São Paulo

24/12/2015 19h39

O Papa Francisco celebrou nesta quinta-feira (24) a tradicional missa de Natal, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, abrindo o calendário de eventos natalinos. Neste ano, a missa coincidiu com os eventos realizados em todo o mundo por ocasião do Ano Santo da Misericórdia (Jubileu), convocado pelo papa Francisco e iniciado oficialmente em 8 de dezembro.

Sendo assim, para o argentino Jorge Mario Bergoglio, este é o Natal da Misericórdia, tema presente em grande parte dos seus discursos e mensagens, inclusive na missa de hoje. "Em uma sociedade intoxicada pelo consumo e pelo prazer, pela abundância e pelo luxo, pela aparência e pelo narcisismo, o nascimento de Jesus convida a um comportamento sóbrio, isto é, simples, equilibrado, linear, capaz de capturar e viver somente no essencial", disse o papa. Citando a "cultura da indiferença", Francisco também pediu que os cristãos vivam "com compaixão, empatia e misericórdia, elaborados diariamente a partir de um poço de oração". Segundo ele, é preciso lutar contra a "indiferença que domina o coração de quem não consegue sentir o bem, porque tem medo de perder alguma coisa". 

"O menino Jesus nos ensina o que é verdadeiramente essencial. Nasceu na pobreza do mundo, porque ele e sua família não tinham lugar em um hotel. Eles encontraram apoio em um estábulo e, depois, o colocaram em uma uma manjedoura para animais. Deste nada, nasceu a luz da glória de Deus", exaltou o papa. "A partir daqui, para os homens de coração simples, começa o caminho da verdadeira libertação e da redenção". A missa começou oficialmente às 21h30 locais (18h30 de Brasília). A liturgia foi precedida pelo canto da Kalenda. Além de Francisco, presidiram a celebração bispos e sacerdotes. As homenagens em flores foram carregadas por crianças da Bélgica, Itália, Quênia, Uganda, República Centro-Africana, Filipinas, Sri Lanka, México e Estados Unidos.

Amanhã, no dia de Natal, o Papa fará às 12h locais (9h de Brasília), na Praça São Pedro, a tradicional benção "Urbi et Orbi" ("À cidade de Roma e ao mundo), ocasião em que passa uma mensagem mundial sobre os principais desafios atuais da humanidade.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Internacional