Após 19 anos, Itália terá carteira de identidade eletrônica

ROMA, 01 JAN (ANSA) - Após uma espera de quase 20 anos, o ministério do Interior da Itália publicou nesta quinta-feira (31) o decreto que define as regras para a emissão da carteira de identidade eletrônica. O documento terá as impressões digitais e também a possibilidade de indicar se a pessoa quer ser doador de órgãos. Após muitas pausas no projeto, a ideia criada no início de 1997 teve várias experimentações e alguns testes que não funcionaram. O governo do atual primeiro-ministro, Matteo Renzi, decidiu então adequar o projeto e criar uma nova carteira. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos