Prefeita mexicana é assassinada horas após tomar posse

ROMA, 03 JAN (ANSA) - A prefeita de Temixco, Gisela Mota, foi assassinada horas após assumir o cargo, informaram as autoridades mexicanas neste domingo (03).   

Mota, 33 anos, foi morta a tiros por quatro homens que foram até sua casa ontem (02) pela manhã. Na troca de tiros com policiais que chegaram para atender o caso, outras duas pessoas morreram e dois atiradores foram presos. A prefeita havia feito seu juramento no fim da tarde da sexta-feira (01).   

Os motivos para o crime ainda não estão claros. Contudo, as autoridades acreditam que grupos criminosos ligados ao narcotráfico sejam os responsáveis.   

Eleita em uma chapa de centro-esquerda, Mota havia prometido "limpar" a cidade industrial - que tem cerca de 90 mil habitantes - dos problemas com organizações desse tipo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos