Cameron diz que vídeo do EI é 'gesto desesperado'

LONDRES, 04 JAN (ANSA) - O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, afirmou que o vídeo que mostra membros do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) executando cinco supostos espiões britânicos e fazendo ameaças ao país não passa de um "gesto desesperado" de uma organização "que está perdendo cada vez mais terreno e apoio".   

"Sei que a Grã-Bretanha não se deixará jamais intimidar por esse tipo de terrorismo. Os nossos valores são mais fortes que os deles", declarou o premier, em entrevista à imprensa local.   

Pouco antes, sua porta-voz havia dito que a gravação é um "instrumento de propaganda".   

Entre outras coisas, o EI usou o vídeo para chamar Cameron de "imbecil", "arrogante" e "tolo". Na gravação, os supostos espiões são assassinados com tiros na cabeça. Além disso, uma criança com sotaque britânico afirma que o grupo matará "todos os não-crentes, onde quer que estejam". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos