Enviado da ONU para Síria mediará crise entre Riad e Teerã

NOVA YORK, 04 JAN (ANSA) - O enviado especial das Nações Unidas (ONU) para a Síria, Staffan de Mistura, viajará à Arábia Saudita e ao Irã para tentar conter a tensão entre os dois países, iniciada após a execução por Riad do líder xiita Nimr al Nimr, acusado de terrorismo.   

O anúncio foi feito pelo próprio diplomata italiano, em email direcionado ao jornal norte-americano "The New York Times".   

"Essa nova, repentina e grave crise saudita-iraniana é algo muito preocupante. Devemos evitar a qualquer custo que ela provoque uma cadeia de consequências violentas na região", disse o enviado.   

Ainda neste mês, devem começar as negociações de paz formais entre o regime sírio de Bashar al Assad e grupos de oposição, conduzidas pelo próprio De Mistura. No entanto, a tensão entre Irã e Arábia Saudita pode prejudicar o processo de transição política em Damasco, cujo objetivo é formar um governo dentro de seis meses, estabelecer uma nova Constituição e realizar eleições, sob supervisão da ONU, em um prazo de 18 meses. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos