Comitê de Ética da Fifa pede suspensão de 9 anos para Valcke

SÃO PAULO, 05 JAN (ANSA) - O Comitê de Ética da Fifa encerrou as investigações contra o ex-secretário-geral da entidade Jérôme Valcke e recomendou uma suspensão de nove anos para o cartola, informou o Comitê em nota nesta terça-feira (05).   


Valcke, que está suspenso desde outubro, pode ainda precisar pagar uma multa de 100 mil francos suíços (cerca de R$ 400 mil) por violar diversos códigos de conduta da entidade máxima do futebol.   


"O presidente do Comitê de Ética da Fifa, Dr. Cornel Borbély, finalizou sua investigação em cima das atividades do secretário-geral [..] e já entregou à Câmara Arbitral do Comitê que é presidida pelo Sr. Hans-Joachim Eckert", informou a Fifa no documento. Borbély aprovou ainda a suspensão por mais 45 dias do ex-cartola.   


Valcke foi afastado por ser o líder de um suposto esquema corrupto na venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil. Quem fez a denúncia contra o então secretário da Fifa foi o empresário Benny Alon, ao qual pertence a empresa que faz a comercialização dos bilhetes desde 1990.   


Por causa disso, desconfia-se que o francês tenha participado do esquema em outras edições do Mundial. Só em 2014, Valcke teria recebido dois milhões de euros com a venda desses ingressos.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos