Caminhão-bomba mata, ao menos, 50 pessoas na Líbia

ROMA, 07 JAN (ANSA) - Um ataque com um caminhão-bomba contra um centro de treinamento de policiais na Líbia deixou, ao menos, 50 mortos e mais de 100 feridos, informaram as agências de notícias da região nesta quinta-feira (07).   

Segundo as primeiras informações, a ação ocorreu na cidade de Zlitan e o veículo foi jogado contra o centro al-Jahfal, onde centenas de militares faziam seus treinamentos diários. O local era conhecido por ter sido, até 2011, uma base militar do ditador Muammar Kadafi na região.   

A emissora líbia "Al-Naba" informou que o Ministério da Saúde declarou um estado de emergência na área e autorizou hospitais de Trípoli e de Misrata para receber os feridos.   

A Líbia enfrenta uma guerra civil desde a queda de Kadafi, em 2011. Como se não bastassem as lutas armadas entre grupos rivais, o país estava desde 2014 com dois Parlamentos, em um episódio de fragmentação política. Em dezembro, os Parlamentos de Trípoli - dos rebeldes - e de Tobruk - apoiado pela comunidade internacional - conseguiram fechar um acordo e estão se organizando em um governo único. A negociação de paz contou com a intermediação da Organização das Nações Unidas e tenta frear ao avanço de grupos terroristas "estrangeiros", como o Estado Islâmico (EI, ex-Isis). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos