Arábia Saudita nega ataque a Embaixada do Irã no Iêmen

BEIRUTE, 8 JAN (ANSA) - O governo da Arábia Saudita desmentiu as denúncias iranianas de que teria ordenado ataques aéreos contra a Embaixada do país em Saana, no Iêmen.   

"Nenhuma operação foi realizada em torno da Embaixada ou em suas proximidades", apontou um comunicado oficial.   

Na última quinta-feira, dia 7, Teerã acusou Riad de atacar "de forma deliberada" a sede diplomática do país, ferindo sua equipe.   

O porta-voz da chancelaria do Irã, Hossein Haberi Ansari, disse na ocasião que o "ataque é uma violação de todas as convenções internacionais que protegem as missões diplomáticas". Relações entre Irã e Arábia Saudita foram rompidas recentemente após as invasões de iranianos aos consulados e à Embaixada saudita em Teerã. Os muçulmanos xiitas protestavam contra a execução do líder religioso Nimr al-Nimr, no último sábado, dia 2, condenado por motim, desobediência ao rei e porte de armas. Turquia - A Turquia convocou o embaixador iraniano em Ancara para consultas nesta sexta-feira, dia 8, em protesto contra notícias que surgiram, citando fontes do governo de Teerã, de que a execução estaria ligada a uma visita do presidente Recep Tayyip Erdogan a Riad.   

A Chancelaria turca, em nota, rechaçou "fortemente as declarações que acusam nosso mandatário". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos