Procurador pede indiciamento de Neymar por corrupção

MADRI, 08 JAN (ANSA) - Finalista do prêmio Bola de Ouro da Fifa em 2015, o atacante brasileiro Neymar está cada vez mais enrolado com a justiça espanhola. Nesta sexta-feira (8), a Promotoria da Audiência Nacional, tribunal situado em Madri, pediu que o jogador do Barcelona e da seleção brasileira seja ouvido como réu por delitos de corrupção entre particulares e fraude.   


O caso refere-se à operação que o levou do Santos para a Catalunha e também envolve seu pai, Neymar da Silva, o presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu, seu antecessor, Sandro Rosell, e dois ex-mandatários do time paulista, Odílio Rodriguez e Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro. O procurador José Perals solicitou o indiciamento de todos, assim como de Santos e Barcelona como pessoas jurídicas.   


De acordo com o jornal espanhol "El País", o processo é fruto da causa aberta pela empresa DIS, que era detentora de 40% dos direitos federativos de Neymar, mas alega não ter recebido o valor correto quando da compra do craque pelo clube catalão.   


Oficialmente, o Barça diz ter desembolsado 17,1 milhões de euros pelo jogador, mas as investigações da Assembleia Nacional apontam que o valor supera os 80 milhões, cuja metade teria sido antecipada ao atacante um ano antes de sua transferência por meio de "contratos simulados". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos