Autor de ataque em Istambul pediu asilo na Turquia

ISTAMBUL, 13 JAN (ANSA) - O autor do ataque no centro histórico de Istambul que deixou 10 mortos ontem, um árabe de 28 anos, havia pedido asilo na Turquia em 5 de janeiro, uma semana antes do atentado, informou a imprensa local.   

Autoridades de Segurança o identificaram como Nabil Fadli, natural da Arábia Saudita, que estaria ligado ao grupo extremista Estado Islâmico (EI,ex-Isis). Policiais detiveram ao menos 65 pessoas após a explosão suicida que também deixou 15 feridos na última terça.   

Segundo a agência de notícias local "Dogan", entre os suspeitos estão três russos, 15 sírios e um turco.   

De acordo com o ministro do Interior turco, Efkan Ala, 11 vítimas continuam hospitalizadas, entre elas nove alemães, um norueguês e uma peruana, sendo que duas pessoas estão em estado grave de saúde. Histórico - Na última terça-feira, dia 12, uma explosão foi registrada no bairro turístico de Sultanahmet, no centro histórico de Istambul. Todas as vítimas eram estrangeiras, em sua maioria alemãs. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos