Itália pode liberar plantio da maconha para uso terapêutico

ROMA, 14 JAN (ANSA) - O Conselho dos Ministros da Itália, presidido pelo premier Matteo Renzi, deve discutir nesta sexta-feira (15) a despenalização do cultivo da maconha para fins terapêuticos.   

A medida se insere em um pacote mais amplo que será analisado pelo governo, que é essencialmente de centro-esquerda, mas se sustenta com o apoio do partido conservador Nova Centro-Direita (NCD).   

Atualmente, apenas o Instituto Químico, Farmacêutico e Militar de Florença, ligado ao Exército, tem autorização para o cultivo da cannabis para fins terapêuticos. O local nasceu com o objetivo de fabricar medicamentos para as Forças Armadas, mas hoje também possui atividades de escopo civil.   

A utilização de fármacos à base da erva na Itália é permitida desde 2007, mas apenas nos casos em que for comprovado que um remédio com outro princípio ativo não pode alcançar um resultado semelhante. Além disso, os pacientes precisam importar esses medicamentos, em um processo bastante caro e demorado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos