Sean Penn lamenta repercussão de encontro com 'El Chapo'

NOVA YORK, 15 JAN (ANSA) - O ator norte-americano Sean Penn finalmente quebrou o silêncio sobre o seu encontro com o narcotraficante mexicano Joaquín "El Chapo" Guzmán e disse que lamenta a repercussão que ele teve.   

"Eu sinto muito que as polêmicas sobre este caso tenham escondido o verdadeiro objetivo do encontro, que era contribuir com o debate sobre as políticas para a luta contra as drogas", afirmou o artista em um programa de televisão da emissora "CBS", que deve ir ao ar na íntegra no próximo domingo, dia 17.   

"Eu queria ter sido mais claro, mas minha matéria fracassou", continuou o ex-marido da pop star Madonna, fazendo referência ao artigo que escreveu para a revista "Rolling Stone", divulgado no último dia 9.   

Durante a entrevista, Penn também disse que sente que a sua vida pode estar em perigo depois que a polícia mexicana relatou que o encontro com o ex-líder do cartel de Sinaloa foi decisivo para a captura do criminoso, mas afirmou que não está com medo.   

"Sabemos que o governo mexicano se sente claramente bastante humilhado por alguém ter falado com 'El Chapo' antes dele. Mas na realidade ninguém conseguiu isso antes deles, não somos mais inteligentes que o DEA [Drug Enforcement Administration] e os agentes mexicanos, só tivemos um contato", explicou o ator.   

"El Chapo", de 61 anos, é acusado, entre outros inúmeros crimes, de ter contrabandeado mais de 500 toneladas de cocaína para os Estados Unidos e de ter levado ilegalmente ao país, de 1989 a 2014, o equivalente a US$ 140 milhões em metanfetamina, heroína e maconha. Além disso, o narcotraficante ainda é acusado de ter contratado mercenários para sequestrar, torturar e assassinar centenas de pessoas.   

Se for extraditado para os Estados Unidos, o mexicano pode ser julgado em tribunais de vários estados, como o do Texas, onde ele pode ser condenado à pena de morte com injeção letal. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos