Embaixador diz que Papa e Vaticano são importantes para Irã

ROMA, 19 JAN (ANSA) - O Irã considera o Vaticano e o papa Francisco elementos de "extrema importância", disse nesta terça-feira (19) o embaixador iraniano em Roma, Jahanbakhsh Mozaffari, em um fórum promovido pela ANSA em vista do encontro entre o mandatário Hassan Rohani e o líder da Igreja Católica, no próximo dia 26. O diplomata ressaltou que Teerã e a Santa Sé sempre mantiveram "ótimas" relações e que há "contínua" interação. O embaixador também disse que a Itália representa "uma janela" do Irã para a Europa, principalmente agora que as sanções econômicas foram reduzidas, em cumprimento ao acordo nuclear. "A Itália está em uma posição privilegiada com Teerã", disse Mozaffari, pontuando que, por isso mesmo, o país é a primeira etapa da viagem europeia de Rohani, que visitará Roma entre os dias 25 e 26.   

Sobre a estatal petrolífera ENI, o embaixador demonstrou otimismo com o retorno das operações da empresa no país. "A ENI tem uma posição boa no Irã, porque não abandonou o país sem antes cumprir suas obrigações" durante as sanções econômicas. No último sábado (17), entrou em vigor o acordo nuclear entre o Irã e as potências internacionais, como os Estados Unidos. O tratado tem como meta impedir que Teerã produza armas nucleares para fins militares. Em troca, serão retiradas as sanções econômicas, abrindo o Irã para a economia internacional. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos