PIB da China cresce 6,9% e tem pior resultado em 25 anos

PEQUIM, 19 JAN (ANSA) - A economia da China cresceu menos do que o esperado e fechou o ano de 2015 com alta de 6,9% - o pior resultado em 25 anos, informou o Escritório Nacional de Estatísticas de Pequim nesta terça-feira (19).   

A entidade ainda informou que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no quarto trimestre foi de 6,8%, continuando o processo de queda do índice em 2015. Nos primeiros seis meses do ano o crescimento era de 7%, caindo para 6,9% no terceiro e os 6,8% nos últimos.   

O índice teve retração 0,4% em relação aos números de 2014 e ele já começa a se encaixar nas novas previsões do governo chinês, de ter uma expansão anual de 6,5% nos próximos cinco anos.   

"A economia alcançou um crescimento moderado, porém estável e sólido", afirmou o Escritório Nacional de Estatísticas em nota.   

Ainda de acordo com as autoridades, o setor de serviços foi o responsável por 50,5% do PIB, o que comprova a mudança de rumo na economia do país. Os líderes chineses querem que o modelo econômico seja mais sustentável e baseado no consumo interno e nos serviços. Porém, para garantir isso, Pequim se viu obrigada a cortar taxas e tomar medidas extras para diminuir os efeitos do consumo mais moderado dos cidadãos.   

Apesar do resultado, as Bolsas asiáticas não sentiram o efeito.   

A Bolsa de Xangai fechou em alta de 3,2% e a de Schenzen em 3,6%. Já a Bolsa de Tóquio teve leve aumento de 0,5%, enquanto Hong Kong registrou 1,6% e Sydney 0,9%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos